quarta-feira, 17 de janeiro de 2018

Pink Floyd: as vinte e cinco melhores músicas de Roger Waters


O que você faria se pertencesse a uma banda vanguardista da década de sessenta liderada amplamente por um colega seu que tinha inspiração para compor tudo o que era predestinado ao sucesso e logo depois este mesmo colega enlouquece e tem que ser deixado de fora da banda. E AGORA?

Foi a grande pergunta que povoou a mente de Roger Waters e seus colegas floydianos quando se viram sem Syd Barrett.

Cabia a alguém tomar as rédeas da carruagem e nortear toda a sequência da carreira com conceitos, temáticas, letras e superproduções da banda que se tornaria a talvez mais gigantesca do planeta o Pink Floyd.

Uma vez tendo levado a sua banda ao topo, Roger Waters explorou terrenos pessoais via músicas do grupo, despejando nelas todo o seu descontentamento pessoal, social e político. Rumo este ele seguiria em sua carreira solo.

Ainda que seja uma missão ingrata devido ao enorme e profícuo repertório, abaixo seleciono as vinte e cinco melhores canções (com direito à concórdias e discórdias é claro) compostas somente pelo eterno líder floydiano:

"Point me At The Sky" - uma das melhores canções de Waters na fase psicodélica do Pink Floyd.


"Set The Controls for The Heart of The Sun" - nesta canção percebemos que o Floyd tem um novo capitão.


"If" - o veludo vocal amargurado em uma doce e linda canção


"Green Is the Colour" - uma canção que dá vontade de ouvir o dia todo


"Money" - e pensar que Waters começou a compor o maior single do Pink Floyd no quintal de casa.


"San Tropez"  - fala sério, delícia de jazz-rock né...


"Pigs (Three Different Ones)" - nessa fase começa a feliz (para nós) fase magoada wateriana.


"Sheep" - ótima resposta a quem dizia que o rock progressivo era mansinho.


"In the Flesh?" - a apoteose introdutória de uma jornada à loucura.


"Another Brick in The Wall I, II e III" - apesar de serem 3 faixas diferentes, aqui contam como uma só pois se completam como três tijolos de um mesmo muro.


"Mother" - verdadeira aula sobre superproteção materna.


"Hey You" - o grande chamado oriundo do outro lado do muro de um ego repartido.


"Nobody Home" - tente se colocar no lugar dele nessa.


"Run Like Hell" - Meu Deus! Ele compôs e ainda interpreta ambas as vozes. Esplêndido!


"The Gunner's Dream" - possivelmente a canção mais triste e linda ao mesmo tempo já composta.


"The Final Cut" - o corte final foi para deixar saudade.


"4:33 AM (Running Shoes)" - o canto visceral acompanhado por Eric Clapton e David Sanborn.


"4:41 AM (Sexual Revolution)" - ouça essa no volume máximo e cante com toda a sua voz.


"The Powers That Be" - apesar de todo apelo macio oitentista, Roger Waters sempre se manteve ácido e crítico.


"Perfect Sense, Part I e II" - mais uma vez duas faixas em uma que se complementam para alfinetar o mercado financeiro internacional.


"Watching TV" - uma linda história de amor em meio ao conturbado meio político chinês.


"The Last Refugee" - o drama dos refigiados da política internacional do momento.


"Picture That" - uma das melhores músicas da carreira de Waters. Fazer uma joia rara dessas depois dos 70 anos de idade é coisa de gênio.


"Bird in a Gale" - é bom ainda ouvir seus gritos cítricos.


"Wait for Her" - essa dá vontade de ouvir o dia todo. Maravilha de canção.


LEIA TAMBÉM: Pink Floyd: as quinze melhores músicas de Syd Barrett

Assista ao novo clipe do Black Country Communion

Wanderlust” integra o álbum "BCCIV" que chegou em setembro último.

COMPRE "BCCIV" NA AMAZON.COM / BUY "BCCIV" AT AMAZON.COM


Tracklist:

1 Collide
2 Over My Head
3 The Last Song For My Resting Place
4 Sway
5 The Cove
6 The Crow
7 Wanderlust
8 Love Remains
9 Awake
10 When the Morning Comes


Divulgue sua banda: o belo som da guitarra de Diogo Martins de Portugal para Floyd, Purple, Skynyrd e Clapton


O nosso leitor Joaquim Martins nos enviou de Portugal alguns vídeos de seu filho guitarrista Diogo Martins executando alguns belos trabalhos à guitarra, dentre eles sons de Pink Floyd, Deep Purple, Lynyrd Skynyrd e Eric Clapton.

Confira nos player abaixo:

"Comfortably Numb" (solo)

"Mistreated" 

"Simple Man"


"Wonderful Tonight"

Quer ver sua banda/artista publicado aqui na Confraria?
Mande seu material musical para confrariafloydstock@gmail.com